Confira a análise do Índice de Preços do mês de Outubro de 2017.

Análise dos dados coletados no mês de Outubro de 2017 dos produtos que compõe a cesta básica.

Confira a análise do Índice de Preços do mês de Setembro de 2017.

Análise dos dados coletados no mês de Setembro de 2017 dos produtos que compõe a cesta básica.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

[Análise] Outubro 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/10/analise-outubro-2016.html
Boletim Outubro de 2016 dos produtos que compõe a cesta básica

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

[Análise] Setembro 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/10/analise-setembro-2016.html
Boletim Setembro de 2016 dos produtos que compõe a cesta básica

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

[Análise] Agosto 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/08/analise-agosto-2016.htmlAnálise dos dados coletados no mês de agosto de 2016 dos produtos que compõe a cesta básica

terça-feira, 26 de julho de 2016

[Análise] Julho 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/07/analise-julho-2016_26.html
Análise dos dados coletados no mês de julho de 2016 dos produtos que compõe a cesta básica

[Análise] Junho 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/07/analise-junho-2016.html
Análise dos dados coletados no mês de junho de 2016 dos produtos que compõe a cesta básica

domingo, 29 de maio de 2016

[Análise] Maio 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/05/analise-maio-2016.html
Análise dos dados coletados no mês de maio de 2016 dos produtos que compõe a cesta básica

Comparando a variação percentual dos preços do mês de abril, de acordo com os produtos que mais variaram no mês de maio, as variações da margarina (250g) aumentaram. A margarina subiu de 141% em abril para 144% em maio. Os demais produtos, feijão, óleo e tomate, não apresentaram uma alteração significativa.

quarta-feira, 27 de abril de 2016

[Análise] Abril 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/04/analise-abril-2016_44.html
Análise dos dados coletados no mês de abril de 2016 dos produtos que compõe a cesta básica

Comparando a variação percentual dos preços do mês de março, de acordo com os produtos que mais variaram no mês de abril, as variações do feijão (kg) e do óleo de soja (900 ml) aumentaram. A do feijão subiu de 132% em março para 224% em abril. O óleo de 35% para 128%. Entretanto, as variações do tomate (kg) e da margarina (250g) diminuíram em abril. A do tomate caiu de 173% para 167%. E a margarina de 142% para 141%.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

[Análise] Março 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/04/analise-marco-2016.html Análise dos dados coletados no mês de Março de 2016, dos produtos que compõem a cesta básica.

Comparando a variação percentual dos preços do mês de fevereiro de acordo com os produtos que mais variaram no mês de março, as variações da farinha (kg), do tomate (kg) e do feijão (kg) aumentaram. A variação da farinha subiu de 114% em fevereiro para 404% em março. A do tomate de 127% para 173%. E a do feijão de 28% para 132%. No entanto, a variação da margarina (250g) diminuiu, caindo de 175% em fevereiro para 142% em março.

[Análise] Fevereiro 2016


http://www.ipcpatos.com.br/2016/04/analise-fevereiro-2016.html
Análise dos dados coletados no mês de Fevereiro dos produtos que compõem a cesta básica

Comparando a variação percentual dos preços do mês de janeiro de acordo com os produtos que mais variaram no mês de fevereiro, a variação da margarina (250g) foi a única que diminuiu, caindo de 257% em janeiro para 175% em fevereiro. As variações do tomate (kg), da farinha (kg) e da banana (und) aumentaram. A do tomate subiu de 77% para 127%. A da farinha de 45% para 114%. E a da banana de 36% para 80%.

[Análise] Janeiro 2016

http://www.ipcpatos.com.br/2016/04/analise-janeiro-2016.html
Comparando a variação percentual dos preços do mês de dezembro de 2015, de acordo com os produtos que mais variaram no mês de janeiro de 2016, todos os produtos aumentaram suas variações. A margarina (250g) subiu de 187% em dezembro para 257% em janeiro. O tomate (kg) de 64% para 77%. O café em pó de 56% para 61%. E o leite integral (litro) de 42% para 61%.

terça-feira, 12 de abril de 2016

[Análise] Dezembro 2015

http://www.ipcpatos.com.br/2016/04/analise-dezembro-2015.html
Análise dos dados coletados no mês de Dezembro de 2015, dos produtos que compõem a cesta básica. 
Os itens que mais sofreram variação em seus preços foram: a margarina (250g), que apresentou um reajuste de 187,05%, cujo preço mínimo foi de R$ 1,39, e o máximo de R$ 3,99. Em seguida veio o óleo de soja (900 ml), que apresentou um reajuste de 82,69%, cujo preço mínimo foi de R$ 2,60, e o máximo de R$ 4,75. Em terceiro o tomate, que apresentou um reajuste de 64,18%, cujo preço mínimo foi de R$ 3,35, e o máximo de R$ 5,50. Já em quarto o café em pó (250g) que apresentou um reajuste de 55,52%, cujo preço mínimo foi de R$ 2,99, e o máximo de R$ 4,65.

[Análise] Novembro 2015

http://www.ipcpatos.com.br/2016/04/analise-dezembro-2015.html

Os produtos que mais sofreram variação em seus preços foram: a margarina (250g), que apresentou um reajuste de 209%, com preço mínimo de R$ 1,29, e o máximo de R$ 3,99. Em seguida vem o tomate (kg) com um reajuste de 116%, cujo preço mínimo foi de R$ 2,55, e o máximo de R$ 5,50. Em terceiro lugar veio à banana (dúzia) que apresentou um reajuste de 75%, cujo preço mínimo foi de R$ 2,40, e o máximo de R$ 4,20. Em quarto lugar, a farinha que apresentou um reajuste de 66%, cujo preço mínimo foi de R$ 2,29, e o máximo de R$ 3,79.

[Análise] Outubro 2015

Análise dos dados coletados no mês de Outubro dos produtos que compõem a cesta básica

Os itens que mais sofreram variação em seus preços foram: a margarina (250g), que apresentou um reajuste de 199%, cujo preço mínimo foi de R$ 1,32, e o máximo de R$ 3,95. Em seguida o tomate (kg) que apresentou um reajuste de 213%, cujo preço mínimo foi de R$ 1,60, e o máximo de R$ 5,00. Em terceiro a farinha apresentou um reajuste de 77%, cujo preço mínimo foi de R$ 2,39, e o máximo de R$ 4,22. Já em quarto à banana (und) que apresentou um reajuste de 75%, cujo preço mínimo foi de R$ 0,20, e o máximo de R$ 0,35.

[Análise] Setembro 2015

http://www.ipcpatos.com.br/2016/04/analise-setembro.html
Análise dos dados coletados no mês de Junho dos produtos que compõem a cesta básica

Os itens que apresentaram maior variação no mês de setembro de 2015 foram, em primeiro lugar, o tomate, que apresentou um reajuste de 267%, com preço mínimo de R$ 1,50 e máximo de R$ 5,50. Em seguida veio a margarina (250g) que apresentou um reajuste de 238%, com preço mínimo de R$ 1,24 e máximo de R$ 4,19. Em terceiro lugar o feijão que teve um reajuste de 149%, com preço mínimo de R$ 2,49 e máximo de R$ 6,19. E por último a banana (unidade) apresentando um reajuste de 80%, com preço mínimo de R$ 0,25 e máximo de R$ 0,45. 

[Análise] Agosto 2015


Análise dos dados coletados no mês de Junho dos produtos que compõem a cesta básica

Os itens que apresentaram maior variação no mês de agosto de 2015 foram, em primeiro lugar, a banana (unidade), que apresentou um reajuste de 40%, com preço mínimo de R$ 0,25 e máximo de R$ 0,35. Em seguida a margarina (250g) que apresentou um reajuste de 29%, com preço mínimo de R$ 1,39 e máximo de R$ 1,79. Em terceiro lugar veio o leite que teve um reajuste de 27%, com preço mínimo de R$ 3,15 e máximo de R$ 3,99. E por último, o café apresentando um reajuste de 21%, com preço mínimo de R$ 3,50 e máximo de R$ 4,25. 

[Análise] Julho 2015

Análise dos dados coletados no mês de Julho dos produtos que compõem a cesta básica

Os itens que mais sofreram variação em seus preços foram: a margarina (250g), que apresentou uma variação de 371%, cujo preço mínimo foi de R$ 0,89 e máximo de R$ 4,19; em seguida, o tomate, apresentando 100% de variação, preço mínimo de R$ 2,00 e máximo de R$ 3,99; em terceiro, o leite integral, com uma variação de 78%, preço mínimo de R$ 2,25 e máximo de R$ 4,00; e em quarto lugar, a farinha, que apresentou uma variação de 54%, preço mínimo de R$ 2,20 e máximo de R$ 3,39.

[Análise] Junho 2015

Análise dos dados coletados no mês de Junho dos produtos que compõem a cesta básica

Os itens que mais sofreram variação em seus preços foram: a margarina (250g), que apresentou um reajuste de 252,1%, cujo preço mínimo foi de R$ 1,19, e o máximo de R$ 4,19. Em seguida veio o açúcar (kg) que apresentou um reajuste de 167,78%, cujo preço mínimo foi de R$ 1,49, e o máximo de R$ 3,99. Em terceiro à farinha apresentou-se um reajuste de 109,2%, cujo preço mínimo foi de R$ 2,39, e o máximo de R$ 5,00. Em quarto o café em pó (250g) com reajuste de 98,79%, cujo preço mínimo foi de R$ 2,49, e o máximo de R$ 4,95.